Significado de Pentagrama

O que é Pentagrama

Pentagrama é o nome dado a uma pauta musical composta por cinco linhas paralelas na horizontais, que levam escritas as notas musicais entre os quatro espaços constituídos entre si. A palavra tem origem no francês “pentagramme”.

O pentagrama é também uma figura ou símbolo formado por cinco sinais ou letras que, supostamente, teria poderes mágicos.

Pentagrama ainda pode ser, em geometria, o nome dado a um pentágono regular estrelado, onde o símbolo e o termo já começam a assumir um significado mais místico por se tratar de um talismã dos pitagóricos, aqueles que seguem uma série de doutrinas e regras de vida relacionadas ao matemático Pitágoras. Essas doutrinas são chamadas de Pitagorismo e são organizadas em comunidades filosófico-religiosas, multiplicadas pela Magna Grécia.

Dentre os significados dados ao pentagrama temos, principalmente, o de sua representação como uma estrela de cinco pontas formada por uma linha contínua e entrelaçada que sempre foi reconhecida como um símbolo de energia e poder.  

Os primeiros cristãos viam no pentagrama o símbolo das cinco chagas de Cristo, por isso o conceito possui uma conotação tão negativa atualmente, sendo um símbolo que é ligado a aspectos e energias negativas, temido por boa parte da comunidade cristã e por sociedades cujo cristianismo é a religião dominante.

Para os esotéricos, o pentagrama representa ainda os cinco elementos: terra, ar, fogo, água e espírito.

O pentagrama está entre os principais e mais conhecidos símbolos da humanidade, com seus significados sendo alterados ao curso da

História. Os Hebreus antigos, por exemplo, consideravam o Pentagrama como a Verdade, em referência aos cinco livros do Pentateuco (os cinco livros do Velho Testamento atribuídos a Moisés). Já os gregos se admiravam com a perfeição geométrica do símbolo e o chamavam de Pentalpha, composto por cinco “As”.

Os chineses usam o pentagrama como base filosófica da medicina chinesa para representar o que eles chamam de “ciclo da destruição”.

Cada extremidade do pentagrama simboliza um elemento especificamente: Terra, Água, Fogo, Madeira e Metal. A ideia é que cada elemento consiga gerar o próximo, criando assim um ciclo perfeito de criação – além disso, cada elemento atua como inibidor de outro elemento, para manter o equilíbrio.