O signo de Escorpião no horóscopo de 2020

O escorpiano, em 2020, segundo o horóscopo de seu signo, encontrará em si mesmo em um estado puro de liberdade e de independência, havendo grande autonomia para que ele haja como bem entender diante das situações que surgirem em seu cotidiano profissional e pessoal.

Poucas serão as restrições que o nativo encontrará ao decorrer do ano. Tantos espaços abertos podem, no entanto, ser bastante perigosos quando o escorpiano deixa de mensurar seus atos inconsequentemente, havendo ele de agir sempre com muita prudência para evitar que suas ações sejam arriscadas ou possam ocasionar em algum desastre.

Se agir com cautela, certamente o escorpiano desenvolverá seu lado mais responsável e racional, além de descobrir um senso de propósito em tudo aquilo que ele faz. Dessa forma, ele será capaz de realizar seus objetivos de maneira muito mais satisfatória para si mesmo. O ano será uma página em branco no que diz respeito a novas técnicas, e o escorpiano terá liberdade e energia suficiente para pintar essa página como ele quiser, usando as ferramentas que bem entender e com os propósitos que preferir.

Planeta regente em 2020 e sua influência sobre o signo de Escorpião

Como astro regente em 2020, o sol inspirará, nos nativos do signo de Escorpião, um grande desejo pela observação e pela pesquisa científica – o que não quer dizer que se tornarão cientistas, e sim que buscarão descobrir, o tempo todo, a verdade e os meios de operação das coisas de deu cotidiano, desde as relações pessoais até o âmbito profissional.

Estarão mais curiosos do que nunca, o que pode ocasionar grandes momentos de paranóia e conclusões precipitadas. São, naturalmente, desconfiados, e muito provavelmente farão o impossível para ter certeza de que estão certos em suas teorias. Tais características já são muito presentes na vida destes nativos, mas estarão amplificadas pelo poder do Sol.

Outro fator que será crucial para o desenvolvimento do nativo em 2020 será o aumento de sua perseverança. O escorpiano estará obstinado em conseguir tudo aquilo que ele deseja, e dificilmente não conseguirá. Sua autoconfiança, entretanto, flertará com a soberba, algo que deve ser podada para evitar conflitos na área interpessoal – sendo de crucial importância e, muito mais do que isso: o Escorpião certamente não quer ter de lidar com a solidão no futuro, e deve evitar que isso aconteça agindo com gentileza e evitando atritos em suas relações.

A tendência que estes nativos têm de quererem controlar tudo e todos, tão óbvia e estereotipada, estará mais visível este ano. Relacionamentos podem enfrentar turbulências, dada a dificuldade que o parceiro terá de se sentir igualmente responsável pela relação. No trabalho, isso pode afetar a cooperatividade.

Escorpião no amor em 2020

Um período de turbulências pode assolar a vida conjugal e romântica dos escorpianos no decorrer do ano de 2020. Não significa que tudo dará errado, mas é preciso cautela para que ações drásticas sejam medidas racionalmente, caso haja, ainda, perspectiva de que as coisas melhorem – o que, segundo o horóscopo, deve acontecer conforme o ano passa. À medida que os meses avançam, o amor deve tomar conta e falar mais alto.

Solteiros de Escorpião, por sua vez, devem tomar cuidado ao entrar de cabeça em relacionamentos amorosos, já que estes podem tomar muito de seu tempo e de seu trabalho, que deve ser tratado com ênfase este ano. Entretanto, aspectos planetários favorecem novos vínculos românticos, e, caso haja uma conexão irrecusável entre o escorpiano e seu potencial parceiro, certamente as coisas devem dar certo – embora os impactos no trabalho possam ser maiores do que ele imaginar. Cabe a ele medir o que vai importar de verdade.

Com o amor florescendo no decorrer do ano, os escorpianos comprometidos podem acabar pensando em levar suas parcerias para o próximo nível, além de ansiar por novas experiências. Ideias novas surgirão – como casamento ou filhos – e as coisas devem ficar mais leves e harmoniosas com isso.

Escorpião na saúde em 2020

Desde que o nativo de Escorpião atente-se ao seu bem-estar físico, emocional e psicológico, o ano não deve lhe trazer grandes preocupações no que tange à sua saúde. Segundo o horóscopo do signo para 2020, os nativos deverão ter grande energia, que, se usada do jeito certo – como para a prática de exercícios físicos – espantará a chegada de doenças pequenas.

A saúde mental também é importante, e deve ser observada. No geral, é importante que os nativos estejam em dia com as consultas médicas e evitem surpresas ruins, já que existem sempre exceções e grandes doenças podem chegar para qualquer um – e não avisarão com antecedência.

Escorpião no trabalho em 2020

O ano de 2020 deve trazer bons momentos profissionais aos nativos de Escorpião. Sucesso nos negócios e na profissão deverão vir como recompensa após muita entrega e dedicação – elementos que serão mensurados pelo próprio escorpiano, que, livre para agir como bem entender este ano, pode ou não achar necessário um maior rendimento no trabalho.

Ainda assim, alinhamentos de Júpiter e Saturno devem contribuir para que o sucesso venha, já que aumentarão – e muito – os níveis de confiança do nativo de Escorpião, que, como consequência, tenderá a obstinar-se com bons resultados no âmbito profissional.

Dessa forma, os escorpianos devem fazer um progresso considerável em suas carreiras já no primeiro semestre de 2020. Se estiverem realmente focados, e tiverem garra, não devem falhar na busca pelos seus objetivos. No geral, o ano é excelente para o desenvolvimento de habilidades – tanto novas quanto já existentes.

Um empenho do escorpiano em fortalecer suas principais qualidades é tão bem vindo quanto a busca por um novo conhecimento que possa agregá-lo profissionalmente. Ambas as situações, todavia, podem ser adquiridas facilmente por meio da sociabilidade e da comunicação, da teia comunicacional existente nos círculos de trabalho.

Conforme o escorpiano trabalha em equipe, aprende a ser mais cooperativo, além de observar qualidades em terceiros e o modo como lida com as situações. Ainda assim, treinos e especializações não deixam de ser excelentes pedidas para o autodesenvolvimento do nativo, que pode, com toda certeza, obter as qualidades desejadas de forma autodidata.